Mestre em aplicação

Continuando a falar sobre o Festival do Senac, acho curioso não haver nenhum concurso como ocorre em muitos outros eventos desse tipo pelo mundo. Não sei o porquê, já ouvi falar que seria pela dificuldade em criar uma comissão julgadora isenta, sei lá.
Apesar dessa carência, pudemos ver vários trabalhos premiados, como este, da minha outra amiga, Cristina Saka, que ganhou o concurso do Rio de Janeiro e uma passagem para o festival de Houston. A Cris é bambambam em patch à mão e ministra aulas na Kikikits e no festival do Senac. Ela é dentista como eu e me contou que levou um ano e meio para terminar esse painel, todo feito à mão, inclusive o quilt, numa peça só. É um trabalho digno da Quilt Japan e de ganhar premios em qualquer lugar do mundo.

Este outro é dela também, com as flores de cerejeira dimensionais e aplicação de cristais por todo o trabalho. Ela é uma das minhas ídolas. Porém, como a Silvana, do post anterior, não é muito chegada em internet.

4 Comentários:

Cloé disse...

Que trabalho lindo!Parabéns.

Bianca Zoca disse...

Nyá!
adorei teu blog e teus trabalhos,
tava bordando ontem (uma coisa bem simplesinha)e resolvi procurar a internet algo relacionado e achei teu blog.
Podes me explicar o que é o redwork e em que ponto se faz?
T+

Belém disse...

São duas peças magníficas. É mesmo um trabalho de uma imensa paciência. Mas os resultados estão à vista. Pena que a autora não tenha um lbog para divulgar estas maravilhas.

CATANGEL disse...

C'est tout à fait MA GNI FI QUE !!!